AVISO AOS VISITANTES!

Bem vinda(o) aos PEQUENOS DELITOS RENOVADOS.
É um blog que mistura poesia e sacanagem (não nessa ordem). Suas contribuições (fotos, poemas, idéias) serão importantes para o blog. Sinta-se dono e ator principal desse blog.
A mais importante participação é sua visita. E claro, seus comentários...
Contate-me.... aguardo você no e-mail do blog: delitosdosexo@gmail.com

terça-feira, 30 de agosto de 2016

TRILHAS DE AMOR

Minhas mãos descobrem em teu corpo
O caminho que minha língua
Há de percorrer.
Minhas mãos constroem a trilha que me levará
Ao teu íntimo.
E no encontro sagrado de nossa conjunção
Não seremos apenas dois corpos
Seremos dois rios e desaguaremos no mesmo mar.
                                                     PDR, agoto de 2016
 
 
 
 

domingo, 28 de agosto de 2016

LÁBIOS SHAKESPEARIANOS

A leitora (*) do blog, nos revela seus belos e doces lábios, que nos convidam a um diálogo devassa  e delituosamente inesquecível. E para homenageá-la pelo presente dado ao blog, fiz um poema para ambas: Ela, pela generosidade do presente e à bucetinha dela, pela beleza expressa...!

“Deleito-me a olhar tua buceta mágica
E teus dedos, a tocar nela uma sinfonia trágica,
Como  acordes de uma agonia nostálgica.

Imagino-me o dono dessa canção lúbrica
Com minha língua a tocar nela, a mais linda música
E entre teu clitóris e minha boca surge a mais doce química,

Tua buceta  e minha língua trocam devasso diálogo
E entre nosso  prólogo e epílogo
O prazer entre nós dois é justo. É  um monólogo!”
                                                            PDR, agosto de 2016

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

ANÔNIMA - INFINITO AMOR DE PERDIÇÃO

Minha  leitora Anônima* desnuda-se ante nossos olhos. 
Beleza ímpar, floral, deliciosamente recheada de ternura e luxúria. Uma fêmea deslumbrante: faminta, sequiosa, tesuda, pele como a pétala da flor mais tenra e doce. Uma lembrança inesquecível para esse blog. Um tesão de fêmea.
Fiz um poema simples, muito aquém da beleza perfeita dela: INFINITO AMOR DE PERDIÇÃO!
"Teu corpo é forma sublime
De flor.
Plantada na terra fértil de meu amor.
Tuas raízes tocam meu íntimo
E se alimentam da seiva de meu gozo.

Pela métrica de meu olhar de amor indizível
E intraduzível.
Meço a distância entre teu sexo e teus seios (remanso de meu prazer e descanso),
Onde a visão magnânima do abismo entre tuas coxas
Me desvenda o insondável de minha paixão.

Teu corpo é meu infinito.
É onde a minha perdição é mais doce.
És minha fala, meu diálogo mudo.
És meu  desejo infinito-infinitivo. És tudo!"
 
                       Eu, PDR, declaro a Anônima Linda, Maravilhosa, 
Culpada por tanta beleza, inalcançável a esse Juizado. 
Edite-se, Registre-se, Cumpra-se,
 pois  res judicata est quae finem controversiarum pronuntiatione judicis accipit .

terça-feira, 23 de agosto de 2016

VOZES UNÍSSONAS

Tua boca me diz:  Eu te amo
Minha boca te diz: Eu te amo!
Nesse uníssono trocar de palavras
Nossas bocas nos fazem encontrar o elo
De nossas correntes de amor.
Sou teu, digo-te , minha boca é tua.
Sou tua, me dizes, minha boca é tua.
                                              PDR, Agosto de 2016
 

domingo, 21 de agosto de 2016

PAIXÃO INFINITA

Amo-te com o desespero das paixões infinitas
Amo tuas mãos, teu corpo onde me canso
Teus olhos, onde pouso minhas paixões implícitas
Teu ventre, onde morro de amor e me descanso.

Amo-te com o desespero das paixões incógnitas
Amo teus seios, teu corpo integral e todo o teu segredo
Amo tuas pernas, tuas coxas, tuas formas explícitas
Teus quadris, teu sexo, onde entro e me hospedo.

Amo-te, hoje e sempre, eternamente
Quero-te agora
Quero-te sem demora

Mulher magia que me toca
Que me beija a boca...
Sou teu plenamente”
                              PDR, Agosto de 2016