AVISO AOS VISITANTES!

Bem vinda(o) aos PEQUENOS DELITOS RENOVADOS.
É um blog que mistura poesia e sacanagem (não nessa ordem). Suas contribuições (fotos, poemas, idéias) serão importantes para o blog. Sinta-se dono e ator principal desse blog.
A mais importante participação é sua visita. E claro, seus comentários...
Contate-me.... aguardo você no e-mail do blog: delitosdosexo@gmail.com

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

LICENÇA POÉTICA RENOVADA... E DELITUOSA!

Hoje, meu coração fantasiou-se
De teu retrato, e
Vestiu-se da roupagem ardente
De teu rosto.
Ao mirar-se no espelho, viu-se nu,
Pois vestia os trajes invisíveis 
Da tua ausência.
Mais que nunca, ele sonhou ser um barco a vela
Que pudesse navegar 
Na promessa de amor
Do mar dos teus olhos.
E que pudesse, até o fim dos ventos,
Ancorar no cais da doçura do teu corpo
Porto final de minha travessia pela vida.
                                                              PDR (Poema sem Nome, setembro de 1989)

domingo, 26 de outubro de 2014

DOMINGO DE CHUVA.... DOMINGO MOLHADO.

Hoje está um dia chuvoso...
E eu queria passar um domingo assim... aguando, desaguando...regando o jardim das delícias da minha amada.....
 
 
 

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

DETALHES DELITUOSOS

Adoro penetrar-te, lentamente, 
Sentindo tuas dobras a envolver-me, docemente.
Adoro olhar tua bunda e sentir teu cu apertando-se, 
Esperando-me, pacientemente, pela tua vez de receber-me
Tua buceta abre-se na ânsia de receber-me, loucamente.
Adoro comer-te e sentir-me forte e rígido, dando-te prazer, apaixonadamente....
Te amo, intensamente!
 
 

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

MEU FALO

Meu falo e tua boca. 
Nem falo, me calo.
Linha tênue de prazer. 
Meu gozo escreve nosso dueto.

domingo, 19 de outubro de 2014

DELITUOSAMENTE PARA MINHAS LEITORAS...

Eu quero amar, amar perdidamente!
Amar só por amar: Aqui... Além...
Mais Este e Aquele, o Outro e toda a gente...
Amar! Amar! E não amar ninguém!

Recordar? Esquecer? Indiferente!...
Prender ou desprender? É mal? É bem?
Quem disser que se pode amar alguém
Durante a vida toda é porque mente!

Há uma primavera em cada vida:
É preciso cantá-la assim florida,
Pois se Deus nos deu voz Foi pra cantar!

E se um dia hei de ser pó, cinza e nada
Que seja a minha noite uma alvorada,
Que me saiba perder... pra me encontrar...
                                                   Amar.... Florbela Espanca

 
 
 

sábado, 18 de outubro de 2014

AUTO AJUDA: REFORÇANDO OS MITOS DO SEXO!

Lalápepê, nossa filósofa "chinesa-brasileira-sacana-descolada" nos dá hoje, importantes lições de comportamento sexual, reforçando os antigos mitos da arte do sexo:

1) JAMAIS DÊ O CU PARA TEU HOMEM: É FEIO E FAZ MAL!
Nossa consultora concorda: JAMAIS DÊ O CU. NUNCA DÊ... SE ELE PEDIR NÃO DÊ!
Faça o seguinte: Compartilhe teu cuzinho com ele. Utilizem juntos esse pedacinho delicioso de teu corpo que é teu. Mas não o dê!!! Caso ele se irrite por isso, obrigue-o a lambê-lo, acariciá-lo com o dedinho... e depois usá-lo. Assim, após o uso, que espero seja delicioso e prazeroso para ambos, continue com ele. Se você der, ele pode levar embora. Afinal, uma mulher sem cuzinho não é feio?
 
 2) O ESPERMA FAZ MAL PARA TUA SAÚDE.  ELE DANIFICA TUA LINDA PELE!
Nossa consultora concorda e sugere uma nova forma de auto-ajuda: O AUTO-ODIAR-SE!
ODEIE-SE... FAÇA MAL À TUA PRÓPRIA PELE...
Mande-o gozar na tua cara, na tua boca, na tua bundinha, nas tuas costas.... ODEIE-SE MENINA... Basta de ficar com a pele bonita.... bonita para quê??? Ou você acha que nunca vai ficar velha?????
 
 

O TOQUE DO CLITÓRIS...

“... Ao delicioso toque do clitóris, 
já tudo se transforma, num relâmpago. 
Em pequenino ponto desse corpo, 
a fonte, o fogo, o mel se concentraram. 

Vai a penetração rompendo nuvens
e devassando sóis tão fulgurantes
que nunca a vista humana os suportara, 
mas, varado de luz, o coito segue. 
(...) E num sofrer de gozo entre palavras, 
menos que isto, sons, arquejos, ais, 
um só espasmo em nós atinge o clímax: 
é quando o amor morre de amor, divino. 

Quantas vezes morremos um no outro, 
no úmido subterrâneo da vagina, 
nessa morte mais suave do que o sono: 
a pausa dos sentidos, satisfeita. (...)”

                             Carlos Drummond de Andrade

  


quinta-feira, 16 de outubro de 2014

SHAKESPEARE.... DELITUOSAMENTE ERÓTICO

"Quando a boca não consegue dizer o que o coração sente o melhor é deixar a boca sentir o que o coração diz." 
                             William Shakespeare
 
 
 

quarta-feira, 15 de outubro de 2014

VARIAÇÕES EM TORNO DE UM MESMO TEMA

Para jardim te queria.
Te queria para gume
ou o frio das espadas.
Te queria para lume.
Para orvalho te queria
sobre as horas transtornadas.
Para a boca te queria.
Te queria para entrar
e partir pela cintura.
Para barco te queria.
Te queria para ser
canção breve, chama pura.
                               Variações em tom menor - Eugénio de Andrade


 
 

segunda-feira, 13 de outubro de 2014

OS TEUS PÉS....

"Quando não posso contemplar teu rosto,
contemplo os teus pés.
----------------------------------------------
Mas se amo os teus pés
é só porque andaram
sobre a terra e sobre
o vento e sobre a água,
até me encontrarem."
                                    Pablo Neruda (* 12/julho/1904, + 23/setembro/1973)
 
 

domingo, 12 de outubro de 2014

DESEJO UMA DELICIOSA E DELITUOSA SEMANA A TODAS(OS)!

Amanhã, uma nova semana se inicia. Novos projetos, novos trabalhos, novas iniciativas e desejo-lhes uma nova e deliciosa semana com todos os meus melhores votos de que:
a) Desejem e sejam desejadas:
b) Acariciem e sejam acariciadas:
c) Chupem e sejam chupadas:
d) Metam e fodam com o melhor de seus esforços:
e) E que o final seja glorioso para todas(os):
Algumas dessas imagens foram extraídas de um blog amigo, sensacional: A Sensualidade, o Erotismo, o Glamour , a Luxúria que se mistura com Sexo. Visitem-no...!!!

BOM DOMINGO.....

Um bom domingo sempre pede um almoço ou uma refeição acompanhado.
O menu é sempre decisão pessoal....
 

sábado, 11 de outubro de 2014

FLAGRANTES DA VIDA REAL

Ela era muito bela. Chamava a atenção.  De homens e mulheres.
Há tempos eu a notava nos corredores, entrando na secretaria, dando ordens, rindo em tom confiante. Próprio das mulheres bem resolvidas.
Um dia, eu a notei no restaurante-lanchonete da Faculdade. Cercada de dois homens e uma mulher. Invejei-a pela forma como os companheiros da mesa a paparicavam. E como os  jovens das mesas ao redor a olhavam. Depois, na secretaria, ela fulminou-me com um olhar divertido e me perguntou:
- Por que você não se juntou a nós?
E nem esperou a resposta!
Após várias aproximações, toques, risos, consertar meu cabelo, ajeitar minha gola, veio o convite:
Uma transa a três. Eu. Ela. O marido. Ela estava tarada comigo. Sonhava comigo. Se tocava por mim. Quando ela e o marido metiam, ela pedia ao marido para imaginar-me chupando-a, enfiando o dedinho em meu cuzinho... me lambendo. Não preciso dizer o susto que tomei. Fiquei muda. Estarrecida. E tremia toda. Ela deu a volta à mesa e verificou a porta da sala dela trancada e me deu um beijo que me queimou a língua e os lábios. Uma coisa rápida. Um aperto que me tocou o resto do dia. E me marcou muito.
Minha buceta se molhou toda. Cheguei a empapar a calcinha. Ela me olhou bem fundo nos olhos e perguntou:
- Gostou?
Apenas abaixei a cabeça e, nessa hora me descobri bissexual. Eu tremia toda quando ela me beijou de novo. Abri a boca e ofereci minha língua para ela. O suplício de esperar o fim da tarde foi lancinante.
Na casa dela, o marido já nos esperava sorrindo. Nu. O membro em riste. Lindo.  Ela me despiu. e nuas, nos beijamos..... uma entrega total. Minha buceta vertia água. Coisa que nunca fiz. Os pelos dela me martirizavam a buceta. Ela me abriu e me lambeu o grelo. Senti o açoite da língua dela. Gozei. Loucamente. Nos beijamos. Sensação deliciosa de tocar a língua dela com a minha.
E, pela primeira vez na minha vida, aos 36 anos de idade, lambi o grelo de uma mulher. Foi natural. Os movimentos saíam de minha língua de forma quase instintiva. E então, senti o pau do marido dela em mim. foi um choque, que nunca espera ter: Chupar uma mulher e ser comida por um homem.
Pedi para ele gozar em minha bunda... estava em período fértil. A sensação de ser comida e observada por outra mulher foi arrebatadora. Gozamos. Nos cansamos e hoje, nossas noites são menos frequentes, mas cheias de tesão. Me sinto mais confiante, até em transar com outros homens.
E tenho me descoberto mais bela, mais atraente e mais feliz.

Nota da leitora Lindainês:  As linhas gerais da verdadeira história foram por mim passadas ao blogueiro, que a escreveu de forma linda. Deslumbrei-me com o relato. Ficou muito lindo. Pedi para não ter fotos, para não quebrar a originalidade e a veracidade da situação.  E pedi para escrever essa nota, agradecendo.  A história é original e criei coragem de contá-la aqui. Anonimamente, como disse em post anterior. Estou muito feliz em tê-la contado aqui. 

sexta-feira, 10 de outubro de 2014

O PEQUENO PRÍNCIPE... CITAÇÕES DELITUOSAS!

Depois da frase do Che Guevara, do post anterior, nossa citação filosófica vai para O Pequeno Príncipe:
" O essencial é invisível aos olhos"....
 
 

quarta-feira, 8 de outubro de 2014

DESAFIO

Aceito os desafios que me impusestes:
Abrir tuas pernas e desvendar seu íntimo com o toque suave da minha língua. Tocar, um a um, os  espaços de teu prazer, oferta que me encanta a luz dos olhos.   Aceito o desafio de me cansar com tua língua docemente cruel e descansar sobre a alvura de teu corpo. Aceito o desafio de possuir-te e amar-te até que nós possamos nos sorrir mutuamente e descobrir a doçura do amor que fizemos. Aceito o desafio de recomeçar a te lamber toda a pele como se minha língua fosse um pincel.  Então, meu gozo fará da tua alva pele uma tela, que abrigará a obra-prima que tu és.
 

terça-feira, 7 de outubro de 2014

CORPO DELITO DA NEGAÇÃO

Negue a todos e a tudo que já me pertenceu.
Mas eu provo, mostrando teu corpo molhado,
Amado, idolatrado e indelevelmente marcado,
Pela alegria indizível do gozo meu!



O post é um adaptação da música Negue (Composição: Adelino Moreira / Enzo de Almeida Passos), uma pérola da música popular brasileira. Escolhi a versão deslumbrante, fantástica, inesquecível da Cesária Évora. Clique aqui e viaje....