AVISO AOS VISITANTES!

Bem vinda(o) aos PEQUENOS DELITOS RENOVADOS.
É um blog que mistura poesia e sacanagem (não nessa ordem). Suas contribuições (fotos, poemas, idéias) serão importantes para o blog. Sinta-se dono e ator principal desse blog.
A mais importante participação é sua visita. E claro, seus comentários...
Contate-me.... aguardo você no e-mail do blog: delitosdosexo@gmail.com

sábado, 11 de outubro de 2014

FLAGRANTES DA VIDA REAL

Ela era muito bela. Chamava a atenção.  De homens e mulheres.
Há tempos eu a notava nos corredores, entrando na secretaria, dando ordens, rindo em tom confiante. Próprio das mulheres bem resolvidas.
Um dia, eu a notei no restaurante-lanchonete da Faculdade. Cercada de dois homens e uma mulher. Invejei-a pela forma como os companheiros da mesa a paparicavam. E como os  jovens das mesas ao redor a olhavam. Depois, na secretaria, ela fulminou-me com um olhar divertido e me perguntou:
- Por que você não se juntou a nós?
E nem esperou a resposta!
Após várias aproximações, toques, risos, consertar meu cabelo, ajeitar minha gola, veio o convite:
Uma transa a três. Eu. Ela. O marido. Ela estava tarada comigo. Sonhava comigo. Se tocava por mim. Quando ela e o marido metiam, ela pedia ao marido para imaginar-me chupando-a, enfiando o dedinho em meu cuzinho... me lambendo. Não preciso dizer o susto que tomei. Fiquei muda. Estarrecida. E tremia toda. Ela deu a volta à mesa e verificou a porta da sala dela trancada e me deu um beijo que me queimou a língua e os lábios. Uma coisa rápida. Um aperto que me tocou o resto do dia. E me marcou muito.
Minha buceta se molhou toda. Cheguei a empapar a calcinha. Ela me olhou bem fundo nos olhos e perguntou:
- Gostou?
Apenas abaixei a cabeça e, nessa hora me descobri bissexual. Eu tremia toda quando ela me beijou de novo. Abri a boca e ofereci minha língua para ela. O suplício de esperar o fim da tarde foi lancinante.
Na casa dela, o marido já nos esperava sorrindo. Nu. O membro em riste. Lindo.  Ela me despiu. e nuas, nos beijamos..... uma entrega total. Minha buceta vertia água. Coisa que nunca fiz. Os pelos dela me martirizavam a buceta. Ela me abriu e me lambeu o grelo. Senti o açoite da língua dela. Gozei. Loucamente. Nos beijamos. Sensação deliciosa de tocar a língua dela com a minha.
E, pela primeira vez na minha vida, aos 36 anos de idade, lambi o grelo de uma mulher. Foi natural. Os movimentos saíam de minha língua de forma quase instintiva. E então, senti o pau do marido dela em mim. foi um choque, que nunca espera ter: Chupar uma mulher e ser comida por um homem.
Pedi para ele gozar em minha bunda... estava em período fértil. A sensação de ser comida e observada por outra mulher foi arrebatadora. Gozamos. Nos cansamos e hoje, nossas noites são menos frequentes, mas cheias de tesão. Me sinto mais confiante, até em transar com outros homens.
E tenho me descoberto mais bela, mais atraente e mais feliz.

Nota da leitora Lindainês:  As linhas gerais da verdadeira história foram por mim passadas ao blogueiro, que a escreveu de forma linda. Deslumbrei-me com o relato. Ficou muito lindo. Pedi para não ter fotos, para não quebrar a originalidade e a veracidade da situação.  E pedi para escrever essa nota, agradecendo.  A história é original e criei coragem de contá-la aqui. Anonimamente, como disse em post anterior. Estou muito feliz em tê-la contado aqui. 

23 comentários:

  1. Realizada em ler minha história.
    Elogio de novo: O título me lembra as Seleções do Reader´s Digest, que meu pai assinava.Feliz. Obrigada pelo texto.
    Você escreve muito bem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De nada. Eu também estava esperando seu comentário, logo após ter avisado. Também estou feliz em iniciar um novo tipo de post, onde histórias reais são contadas. Em tempo, as fotos tiram mesmo o ar de autenticidade do relato.

      Excluir
  2. Porras, que tesão de relato! Só de ler fiquei aqui imaginando a cena! Eu adoraria ver como você molhou sua calcinha e gozou na transa tão loucamente! Yummmm!!!!

    Vinícius Podólatra

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vinícius... quando eu recebi a história da Leitora (em maiúsculas para demonstrar meu respeito), percebi que havia ai um excepcional material para um post. O título - reconheço, perdão pela falta de modéstia - ficou bom e será o primeiro de uma série. Trocamos emails e tal e essa foi a última versão, que a Lindinhainês aprovou!
      O relato é um tesão.... vamos aguardar outros relatos (teus inclusive), para publicarmos aqui. Quanto às fotos... bem elas ilustram. Mas vou usar aqui, nas histórias reais, só fotos reais.

      Excluir
  3. Genteeeeeee estou estarrecida!!!! Que história!!!
    Eita vidinha cheia de surpresas não é mesmo.
    Muito excitante o relato.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que tal algum relato de uma poeta-linda-talentosa?

      Excluir
    2. Ainda não encontrei quem me fizesse ter momentos
      que se transformasse em relatos excitantes.

      Excluir
    3. Nádia eu fui até seu blog. Parabéns quando nosso PDR te chama de poeta linda..
      Seus poemas são muito lindos e fortes. E tesudos....

      Excluir
    4. Obrigada Lindainês, fico feliz que tenha gostado bjus pra ti.

      Excluir
  4. Que calor cruel, este que está fazendo!!! rs :3
    Adorei o flagrante da vida real de Lindainês. Excitante, envolvente. Quem nunca teve essa vontade de transar com mais uma mulher, néam? ;))
    Parabéns aos dois!! Bom trabalho!!
    Beijoo'os

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Repito que os parabéns são para a Lindinhainês....
      Eu nada fiz a não ser transcrever.... a história e a coragem são dela....

      Excluir
    2. Obrigada Simone.
      Fico feliz com seu comentário.

      Excluir
  5. Uma história envolvente, provocadora e sensual...
    Podia ser banal, mas foi contada de uma maneira viçosa, quase que imaginei a cena. Parabéns aos dois.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lírio Selvagem... parabéns à Lindainês pela iniciativa de partilhar isso conosco....
      Eu não fiz nada!

      Excluir
    2. Foi o que achei quando li. Envolvente.

      Excluir
  6. Excelente relato muito bem descrito é real,parabéns a ambos pela forma como foi relatado e pelo prazer que foi ler algo real partilhado por alguém.
    Revivi algumas imagens bem agradáveis hejehe

    Beijos e abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hehehehe... que bom amigo Mago.
      Certas lembranças nos marcam.
      Obrigado pela visita!

      Excluir
  7. Oie, vim agradecer a visita, sempre tao atencioso...
    E aqui sempre encontramos coisas q nos faz viajar em desejo, parabéns...
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E você idem, na mesma data. Muito bela e atenciosa!
      Volte sempre!!!

      Excluir
  8. Tudo isso aqui é muito muito positivo, nossa, que delicia, chega a ser puro a poesia junto ao erótico. Adoro suas visitas ao meu blog, fique a vontade para seguir

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gyzelle Góes.... um super-elogio: "chega a ser puro a poesia junto ao erótico."
      Obrigado pela gentileza!

      Excluir

Delito maior é não comentar aqui!!