AVISO AOS VISITANTES!

Bem vinda(o) aos PEQUENOS DELITOS RENOVADOS.
É um blog que mistura poesia e sacanagem (não nessa ordem). Suas contribuições (fotos, poemas, idéias) serão importantes para o blog. Sinta-se dono e ator principal desse blog.
A mais importante participação é sua visita. E claro, seus comentários...
Contate-me.... aguardo você no e-mail do blog: delitosdosexo@gmail.com

sexta-feira, 14 de novembro de 2014

TU... DELITUOSAMENTE TU!

Me trouxeste  a ternura
Do verbo te querer
Me criaste a loucura
Do verbo  viver...

Me deixaste a  aventura
Do verbo te fazer
E me deixaste a secura
Do verbo te ter

Me deste a fruta madura
Do verbo te comer
Me ensinaste  a doçura
Do verbo te conhecer.      
                                            (PDR - Setembro/2012)

37 comentários:

  1. "Ouve, meu anjo:
    Se eu beijasse a tua pele?
    Se eu beijasse a tua boca
    onde a saliva é um mel?
    ................................
    Numa atitude elegante,
    misteriosa, gentil,
    deu-me o seu corpo doirado
    que eu beijei quase febril.
    .....................................
    Ele apertou-me cerrando
    os olhos para sonhar -
    e eu lentamente morria
    - Como um perfume no ar!"

    Poeta António Botto (português)

    Beijinhos daqui...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem..... essa terra chamada Portugal, tem uma produção de grandes poetas que é brincadeira de gente grande.... Cada dia me apresentas, um novo. Hoje foi esse, que li e reli e me encantei: Quanto, Quanto me Queres?

      "Quanto, quanto me queres? - perguntaste
      Olhando para mim mas distrahida;
      E quando nos meus olhos te encontraste,
      Eu vi nos teus a luz da minha vida.

      Nas tuas mãos, as minhas, apertaste.
      Olhando para mim como vencida,
      «...quanto, quanto...» - de novo murmuraste
      E a tua boca deu-se-me rendida!

      Os nossos beijos longos e ansiosos,
      Trocavam-se frementes! - Ah! ninguém
      Sabe beijar melhor que os amorosos!

      Quanto te quero?! - Eu posso lá dizer!...
      - Um grande amor só se avalia bem
      Depois de se perder.

      António Botto, in 'Canções'

      Excluir
  2. E do verbo querer...
    permanecerá o prazer.
    Porém do verbo amar...
    o deleite de gozar.

    És lindo minha Grande Delícia Renovada!


    вєιנιηнσѕ ρσétι¢σѕ ∂α ℓєσα...
    =';'=

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tua vinda minha vida
      Tua estrada minha escada
      O teu prazer meu viver
      O teu gozar o meu amar

      És doce minha Poeta Leoa Sensual!!!!
      Beijos!

      Excluir
  3. Não aceitei o comentário mais cedo porque não tinha ido ainda ao blog. A sua visita é sempre bem vinda :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossaaaaaa....... que alegria que tive agora....
      Obrigado....
      E és linda!!!!!!!
      Meu Deus!!!

      Excluir
  4. Do verbo de o vir ler
    Eu o faço com ternura
    Deixar escrito com prazer
    Quais palavras de loucura

    `Pois é sem jeito, mas foi para fazer pandân com os outros.... Gostei muito das imagens... É do tipo, lá em casa é tudo a meias...hehehehhehhe .. Boa sugestão para um fim de semana chuvoso!!

    Beijo, e um bom fim de semana.

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Do verbo te ler
      Extraio mais que o universo
      Extraio o prazer
      E filtro meu verso....
      Obrigado Cidália pela doçura do verbo "Me visitar"....
      Ótimmmaaaaaaa sugestão par ao fim de semana!!!

      Excluir
  5. Outra vez a Hilda Hilst...
    "Colada à tua boca a minha desordem.
    O meu vasto querer.
    O incompossível se fazendo ordem.
    Colada à tua boca, mas
    escomedida
    Árdua
    Construtor de ilusões examino-te
    ôfrega
    Como se fosses morrer colado à
    minha boca.
    Como se fosse nascer
    E tu fosses o dia magnânimo
    Eu te sorvo extremada à luz do
    amanhecer."

    beijinhos*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu Deus... coisa linda de se ler....e receber tua visita....
      Me deixou sem palavras....tentei fazer um poema agora.... mas acho que não caberia um poeta simples e humilde, fazer algo para responder a Hilda....
      Cito-a:
      "Que canto há de cantar o indefinível?
      O toque sem tocar, o olhar sem ver
      A alma, amor, entrelaçada dos indescritíveis.
      Como te amar, sem nunca merecer?
      Amar o perecível,
      o nada,
      o pó,
      é sempre despedir-se."
      Hilda Hilst

      Mil e dois beijinhos*******

      Excluir
  6. Respostas
    1. Deliciosa es tu visita.. siempre Amowhor...
      Quedáte acá mas tiempo y con más costumbre...
      Mis mejores saludos!!!

      Excluir
  7. Hoje saio daqui delituosamente excitada!!
    Pelas palavras.
    Pelas imagens.
    Pelo delito do dia.
    Bom fim de semana, PDR :))

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marie-ma-chérie....
      Euq euria que você dissesse: Hoje eu FICO aqui delituosamente excitada....
      E adorei, mesmoooo, teus elogios....
      Volte mais vezes..... fico com ciúmes quando vejo que você vai a outros blogs com mais frequência!!!

      Excluir
  8. Bom dia, publicação digna da excitação.
    AG

    ResponderExcluir
  9. Sou romântica, pero ñ sei fazer poesia!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para ser romântica(o) não precisa ser poeta....
      Aliás, você não precisa ser nada além de ser o que é: CHOCOLÍCIA-DELÍCIA...

      Excluir
  10. Quanta saudade desse meu Blogueiro e Poeta Preferido (com todo respeito ). e também conterrâneo.
    Em visita a esse espaço tão excitante , deparo com esse lindo poema e essas belas imagens .
    A primeira então .... é estimulante , animadora .... da uma vontade ...
    Abraços querido e obrigada por me proporcionar momentos tão tesudos .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por que com todo respeito?? Poderia ser teu blogueiro e poeta preferido mesmo com toda falta de respeito hehehe!
      Pois é... você vem aqui algumas vezes e me deixa absolutamente curioso.... Daria minha vida para ser quem eu imaginei que pudesse ser....!!!!!!!!

      Excluir
    2. Com falta de respeito ? Olha que poeta danadinho .
      É necessário que seja com respeito .
      Mas vou te contar um segredinho : Quase diariamente venho aqui . Leio , admiro , ela fica molhadinha (rssss).
      Apenas não comento constantemente ..... e infelizmente não sou quem você imagina kkkkk

      Excluir
    3. Só de você vir quase diariamente, ler, gostar e ela ficar molhadinha..... (delícia!!!!) eu fico todo todo....
      Quem sabe você é quem eu imagino?????
      Aiiiiiiiii.... mas de todo jeito.... beijos em você... (com respeito!)

      Excluir
  11. Bonito poema cheio de realidade!

    Bjxxx

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isy... que linda visita recebo aqui!!!
      Obrigado.... eu o considerava apenas um poema simples.
      Obrigado por gostar!!!

      Excluir
  12. Do verbo caprichar, você entende muito bem!!!
    Versos sensuais, imagens delicinhas *-*
    Fiquei parada nessa terceira imagem, parece um beijo, rs.

    Beijão ;*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Simone Linda-Lima.....
      Obrigado pela visita... fui ver....!!
      Parece mesmo!!!! E que beijo gostoso de dar!!!!

      Excluir
  13. Um texto terno, malicioso e provocador! Você tem uma afinadíssima veia erótica, meu amigo PDR!
    Fico aqui divagando por horas inteiras as mais diversas e deliciosas situações movidas a cada gravura, texto, pensamento e delito diário mostrado por aqui! Gostei demais das gravuras (em especial as duas últimas), elas povoam minha mente de prazer e alegria!

    Vinícius Podólatra

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro amigo Vinícius.....
      Um grande abraço pela amizade e pelas visitas constantes!!!
      Essas gravuras são mesmo sensacionais..... gostei muito da primeira chupada e da terceira.... onde cabeça e grelo se encontram para um beijo amoroso!!! QUanto ao texto, sou apenas um poeta humilde, simples e de talento de mediano a medíocre...
      São teus olhos que o tornam melhor

      Excluir
    2. Medíocre uma pinóia, você escreve muito bem! Não se desmereça assim!

      Excluir
    3. Pinóia.... kkkkkk
      Meu pai que falava isso, com aquele sotaque napolitano dele:
      "Questa pinóia é um cazzo..." Ma che porra de pinóia questa ....."
      Pinóia..... kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
      Bela lembrança meu caro e dileto amigo!!!!!!

      Excluir
  14. Fecho os olhos e espero que chegues,
    Que mergulhes dentro de mim, inundando-me...
    E assim, tua alma completará a minha,
    Teu corpo se encaixará no meu
    E meu ser e o teu serão um!
    E nada mais existirá... apenas nós dois,
    Em instantes que se farão eternos.

    Nádia Santos

    * Minha homenagem a postagem deliciosa..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uuuuuuuuuaaaaaaaaaaaaaauuuuuuuuuuuuuuuuuuu....
      Se um poema é maravilhoso... em dose dupla é melhor ainda...
      Nádia... querida poeta... teu poema é sensacional, delicioso... um tesão de poema....
      Tua homenagem ao post ficou melhor que o próprio!!!!!!!!!!!!!
      "Que mergulhes dentro de mim, inundando-me...
      E assim, tua alma completará a minha,
      Teu corpo se encaixará no meu.."
      Delícia de figura..... delícia de transa....
      NOTA MILLLLLLLLLLLLLLL

      Excluir
  15. Respostas
    1. Obrigado pela visita... volte sempre que será muito bem vinda!!!!
      Não consegui achar teu blog!!

      Excluir
  16. Aquí vengo ya que me reclamas. Sí, tienes mucha razón. Vengo poco pero tengo poco tiempo para todo. Excusa puede que sea pero vengo, hoy vengo.
    Increíbles las imágenes que complementan tan bien las palabras.
    Me deleito en ellas y a partir de hoy, te añado en mi blog porque si no te pierdo.
    Besos de Pecado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Besos de Pecado... quedome muy feliz en tener acá...
      Los elogios, aún más tu presencia .... tus dulces palabras....
      Gracias por seguirme.....
      Besitos dulces muy pecaminosos...
      Me siento,

      Excluir

Delito maior é não comentar aqui!!