AVISO AOS VISITANTES!

Bem vinda(o) aos PEQUENOS DELITOS RENOVADOS.
É um blog que mistura poesia e sacanagem (não nessa ordem). Suas contribuições (fotos, poemas, idéias) serão importantes para o blog. Sinta-se dono e ator principal desse blog.
A mais importante participação é sua visita. E claro, seus comentários...
Contate-me.... aguardo você no e-mail do blog: delitosdosexo@gmail.com

quinta-feira, 31 de março de 2016

FLAGRANTES DA VIDA REAL: O FIO DA NAVALHA

A leitora Lílian* (nome fictício) nos mostra um momento íntimo de rara beleza, onde ela expõe sua bela bucetinha aos olhos das leitoras e leitores do PDR. Além disso, ela se expõe ao fio da navalha, colocando nossa imaginação naquela linha tênue e suave entre erotismo e luxúria.
Pesquisando a net, caio no blog da Lena, com o conto que ilustra nosso post. A íntegra do original está aqui, clique e leia. Vale a pena viajar no encantamento que esse momento íntimo nos conduz.
 
 
O Rastro da Lâmina - por H. Thiesen
A água escorria e vagarosamente enchia a banheira e o movimento fazia crescer a espuma branca e suave, enquanto meu pensamento voava de encontro a algumas horas atrás.
Era um final da tarde, a noite chegava de remanso, estávamos sozinhas em casa, nada para fazer, a não ser nos dedicarmos à nós mesmas. O calor da tarde havia nos deixado cansadas, nossos corpos suados exigiam um banho..... Continue lendo.... afrouxe a calcinha OU tire o pau para fora...

segunda-feira, 28 de março de 2016

DEITA-TE EM MIM

Nem sei mais o que sou.
Pois quero ser tudo e em todos os instantes.
Quero criar neologismos  e palavras novas para que tu as leia.
Podem não ser belas nem novas palavras...
Mas serão palavras que carregam o fardo de meu sofrimento.
O fardo de tua ausência.
Quero te amar em ato contínuo
Quero tua volta
E que te deites em mim
E sinta a brasa de minha espada entrando em teu corpo
E que te queimes ates às cinzas
Na chama que trago por ti, dentro de meu peito.
                                                                PDR, março de 2016

sábado, 26 de março de 2016

FLAGRANTES DA VIDA REAL - ANÔNIMA INSONE

Nota do blogueiro: Obrigado Anônima... uma bela e ousada história... quero publicar mais teus momentos insones aqui... para ler, é obrigatório tirar a calcinha ou botar o pau para fora!!!

"São lascivos os pensamentos de uma mulher que perde o sono às 4 da manhã, ao lado do homem, dono de teu mundo....  Gosto de me acomodar, bem confortavelmente, deitada de bruços, onde posso desfrutar com todo tempo, saborear com toda a calma, cada pedacinho. Sem egoísmos, mas esse é o meu momento... no qual a consciência nubla e o corpo e a mente tornam-se apenas desejo... 
Um anseio de experimentar mais toma conta... descendo um pouco, elas estão lá... tão, tão quentinhas, pedindo para serem lambidas...colocar todas na boca com delicadeza... com sua pele fina e sensível, seu sabor de sexo e corpo...
No tesão e na loucura, a língua molhada, o rosto melado, simplesmente escorregam... para provar esse cantinho escondido e proibido... Aí que o desejo se transforma em algo além do desejo, onde qualquer consciência se esvai e o instinto toma conta.  É como se já não fosse eu... não consigo parar... minha buceta fica encharcada e latejante... e a cada gemido alto misturado aos meus, cada espasmo de prazer do corpo em minha boca, sinto que posso gozar sem ao menos me tocar. Boca e mãos enlouquecidas, sentindo cada pedaço... provocando nos dois sensações jamais experimentadas... onde não há espaço para inibições... naquele momento é tudo meu... meu corpo dentro dele e o dele no meu...
Quando não é possível mais aguentar, quando o corpo todo está prestes as explodir, é na boca, no rosto, onde se pode pegar o máximo do sabor, onde o prazer máximo está mais perto para ser sentido, onde me provoca mais desejo.
Então, a língua dele traz a porra escorrida pelo rosto para um beijo compartilhado, com todo o gosto... saboreando esse momento até a última gota..."

quarta-feira, 23 de março de 2016

ANTÍTESE TRANSMUTADA

"Quero  o requinte de te amar com toda minha força
E ser um poeta doce e gentil e misturar-te
À minha metade devassa, luxuriosa e libidinosa.
Quero dar-te versos doces de amor e no caldeirão de nossa cama
Temperá-los com meus desejos insanos, com minha fome e sede de teu sexo.
Quero tua buceta lúbrica, incendiada pelos poemas de meu pau.
Quero-te toda, no contato de minha língua com o teu íntimo
Quero deitar-me no fogo eterno que é o vulcão de teu orgasmo.
Quero o sublime instante em que toco o tapete de pecado que é teu corpo."
                                                                                     PDR, março de 2016
 

terça-feira, 22 de março de 2016

ODE AO GRELO DA EXIBIDA DO PDR!!!

A exibida nos mostra seu grelinho!
Ele é um grelo lindo e pequenininho...
Mas eu, na dúvida, estou curioso...
Pois acho que ele é um grelo guloso!

Um grelo em Portugal é vegetal
Mas aqui na minha terra, eu lambo igual
Uma fruta linda, cheirosa e madura...
Ao ver isso, minha língua fica dura.

Esse grelinho... ahhh coisa linda!
Me deixa, louco, tesudo e mais ainda.
A vontade de chupar esse grelo
Me deixa o tesão em pelo.

E não é só chupar e lamber...
É foder, meter e comer!
Pois se em outras terras é vegetal ,
Aqui no Brasil eu meto o pau.

Meto a pica, a piça e o nabo
Metendo nesse grelo sou um nababo.
Sou rei, príncipe, imperador e conde
Nessa greta do grelo, meu pau se esconde!!

Sou barão do grelo, general de buceta e marquês
Como essa xoxota e o grelo, cada um a sua vez
E se alguém duvidar se dou cabo...
Após os dois, eu pego e vou no rabo!

Ó moça exibida... linda, gostosa e maravilhosa
Teu grelo eu decanto em verso e prosa...
E para terminar essa minha pobre rima...
Senta e fode minha boca, com esse grelo por cima!!!
                                                                            PDR, março de 2016
 


sábado, 19 de março de 2016

DESCOBRIMENTO

Navego-te...
"Em mares nunca dantes navegados".
Exploro-te...
Em terras nunca dantes exploradas.
E juntos, descobrimos o caminho de um novo mundo:
O "êxtase".
                            PDR, março de 2016

quinta-feira, 17 de março de 2016

A TEIA

A aranha da minha sorte 
Faz teia de muro a muro... 
Sou presa do meu suporte.
                                   Fernando Pessoa - poeta português (13/jun/1888 - 30/nov/1935)

terça-feira, 15 de março de 2016

TEU SEXO

Teu sexo é flor e pétala.
Bebo teu néctar, extasiado.
Não me canso,
Me descanso, renovado.
                         PDR, março de 2012

sábado, 12 de março de 2016

RETORNO!

Há em mim, a vontade insaciável de ti.
Aquele amor inesgotável que conheces.
Aquele amor que permanece aqui.
Junto ao peito em que adormeces.
A tua ausência é insubstituível.
Nada que eu faça sem ti é possível.
Volte e faça-me ver  o doce mistério da vida.
Quero teu corpo, minha casa. Minha guarida.
                                                               PDR, março de 2016

quarta-feira, 9 de março de 2016

FONTE

"Fonte de água e alimento.
Teu corpo. Meu momento
E movimento."
                                   PDR, março de 2016

terça-feira, 8 de março de 2016

O CENTRO DO UNIVERSO....

 De acordo com o pessoal do History, uma dupla de matemáticos espanhóis parece discordar da teoria de que a Terra e os demais planetas do sistema solar giram ao redor do Sol — chamada heliocentrismo —, ressuscitando a ideia do geocentrismo, que defende a teoria de que é o Universo que gira ao redor do nosso planeta. De tanto fazer cálculos, devem ter ficado meio malucos...
Para mim, o centro do universo está em cada mulher linda e maravilhosa que existe:

domingo, 6 de março de 2016

ATIRE A PRIMEIRA PEDRA

(    ) A - Eu nunca fiz;
(    ) B - Eu nunca pensei em fazer;
(    ) C - Jamais faria;
(    ) D - Nenhuma das anteriores.
Marque a alternativa correta e atire a primeira pedra!

sábado, 5 de março de 2016

PDR BY BOCAGE

O Bocage me visitou em sonhos e me presenteou com esse poema, descrevendo-me assim:

"O PDR é um gajo e bom amigo
O pau dele - duro -vai acima do umbigo
Ele come, sem saciar-se, bucetas e bundas
De Marias, Rosas, Joaquinas e Raimundas.

Ele gosta de buceta bem fornida e cabeluda
Mas as depiladinhas, ele não enjeita..
Pois é um gajo que não faz desfeita
E ele diz que é buceteiro e não muda!

E assim de fodas e mais fodas... 
Ele vai comendo, chupando e gozando...
E se encontra abertas, de algumas bundas as rodas
Ele vai e vai se enterrando e o mundo se acabando...."

quinta-feira, 3 de março de 2016

PROMESSA IRREVOGÁVEL

"Deposito a teus pés o meu amor eterno.
Irrevogável.
Amor construído como um farol
Que ilumina o mar revolto de minha vida.
Entrego-me a ti.
Busco, incessantemente, o delírio de  ser teu."
                                                  PDR, maio de 2013

terça-feira, 1 de março de 2016

POEMA BANAL: SAUDADE IMPIEDOSA

Lembrar-me de ti é o instante mágico
Em que me encontro comigo mesmo.
É exercício permanente de ternura.
É um exercício intenso e delicado
Onde contemplo tua imagem
Forma absoluta do Amor e da Beleza.

Tu és a porta de luz ofuscante
Que escolhi para que minha vida possa entrar
És a janela de ternura onde contemplo a paisagem
Do doce passar de meus dias

Sopre em meus ouvidos a canção de teus dias
Fale com tuas mãos na minha pele
São elas que conhecem cada letra da história do meu corpo
Cada dobra de mim, onde te aguardo, te guardo e te escondo.
                                                       PDR, 30 de outubro de 2012