AVISO AOS VISITANTES!

Bem vinda(o) aos PEQUENOS DELITOS RENOVADOS.
É um blog que mistura poesia e sacanagem (não nessa ordem). Suas contribuições (fotos, poemas, idéias) serão importantes para o blog. Sinta-se dono e ator principal desse blog.
A mais importante participação é sua visita. E claro, seus comentários...
Contate-me.... aguardo você no e-mail do blog: delitosdosexo@gmail.com

quinta-feira, 30 de junho de 2016

INFINITA TERNURA

Ainda tenho aqui comigo, aquela ternura antiga.
A que eu havia prometido nas tardes ocultas
E pecaminosas, onde nos escondíamos do pecado
De nossas traições. E de nossos sofrimentos.

Jurei-me esquecer de ti!
Eu preciso, necessito, esquecer de ti
Eu quero me esquecer de ti.

Mas eu te encontro em qualquer mulher
Onde jorro meu gozo insatisfeito.
Eu te acho na face escura de uma mulher mundana
Onde beijo a tua face e teus lábios.

Te encontro em todos os corpos de mulheres.
Mas a ti e teu corpo glorioso
Eu não encontro. Não estás.
                                       PDR, junho de 2016
 

quarta-feira, 29 de junho de 2016

STAR WARS II - O RETORNO DA ESTRELA TIRAMISÚ

A anônima chama-se Tiramisú... doce misterioso e carregado de história!
Essa estrela já apareceu aqui, de forma estrondosamente frontal.... ou seria frontalmente estrondosa?  Ela se exibiu aqui, deixando no ar, um adocicado rastro de estrelas, como se fosse um cometa.... quem não se lembra dessa imagem arrasadora? Essa nudez esplendorosa, a buceta delicada e sublime como uma seda....
E hoje, Tiramisú nos mostra o outro lado luminoso da estrela... a sua bunda delicadamente deliciosa,maliciosa e sutilmente oferecida aos olhares de todos...
Pois bem, eis aqui o outro lado da estrela-Tiramisú
Um doce-cometa, cuja cauda ilumina e desperta desejos e pensamentos imperfeitos. 
Linda... delicadamente linda... um doce presente super-estelar!

terça-feira, 28 de junho de 2016

REVIVAL PEQUENOS DELITOS: "DESOVANDO PAUS"

Atendendo os vários pedidos femininos que aqui chegam via e-mail e sendo coerente com a democracia do blog,  declaro aberta a seção "REVIVAL - DESOVANDO PAUS".
Por hoje, o PIPI DO POMPOM (PomPom é um leitor anônimo).

segunda-feira, 27 de junho de 2016

TEU CORPO É LUZ... SEDUÇÃO!


  AS TUAS MÃOS TERMINAM EM SEGREDO.
As tuas mãos terminam em segredo.
Os teus olhos são negros e macios
Cristo na cruz os teus seios (?) esguios
E o teu perfil princesas no degredo...

Entre buxos e ao pé de bancos frios
Nas entrevistas alamedas, quedo
O vendo põe o seu arrastado medo
Saudoso o longes velas de navios.

Mas quando o mar subir na praia e for
Arrasar os castelos que na areia
As crianças deixaram, meu amor,

Será o haver cais num mar distante...
Pobre do rei pai das princesas feias
No seu castelo à rosa do Levante !
                                              Fernando Pessoa

sexta-feira, 24 de junho de 2016

BUSCA FRENÉTICA

Preciso de teu corpo.
O céu da minha boca está amargo de tua falta
Tenho a pele seca da ausência de teu contato
Tenho o sangue escuro pela falta de tua luz....

Tenho a palidez da pele, sem o sol de teu riso.
Nem tenho mais a cor dos meus próprios lábios
Pois minha boca nem sabe pronunciar outro nome
Que não seja o teu....

Me deixastes com o vazio de minha própria essência
Fui teu, fostes minha e nem sei se
Serei de mim mesmo outra vez....
Levastes de mim o meu melhor.
                                          PDR, setembro 2012

DECISÃO DIFÍCIL MAS NECESSÁRIA

O blog continuará aberto a qualquer comentarista.
O blogueiro se reserva o direito de apagar os comentaristas sem perfil... e cujo comentário seja ofensivo a alguém.  De tal sorte, algum leitor que for citado por favor não responda!
Todos os comentários ofensivos a alguém serão definitivamente apagados do blog.!!!
Um abraço

PDR!

RESPEITO AOS COMENTARISTAS!!!

O blog é livre, sem censura, mormente pela temática do blog!!

EU NÃO QUERO CENSURAR, COLOCAR FILTRO DE COMENTARISTAS NADA... AQUI ANÔNIMOS E QUALQUER UM PODE COMENTAR!!!!

Só exijo que as pessoas não ofendam ninguém por aqui. Principalmente ofensas pessoais e morais contra comentaristas e familiares de comentaristas!!! Isso ofende a história do blog (aqui sexo é paz, amor e tesão, liberdade... pois o espírito livre de um termina onde começa o espírito livre do outro...!!!).

Querem ofender? Ofendam a qualidade da postagem, dos textos, das imagens. Critiquem o blog e o blogueiro (uma vez um comentarista falou que o blog é uma bosta e o blogueiro idem!!!). Não me ofendi, pois o blog é vidraça!!!

Mas por favor, parem de ofensas pessoais contra qualquer um comentarista!!!
 



quinta-feira, 23 de junho de 2016

CANÇÃO DA PLENITUDE

Não tenho mais os olhos de menino
nem corpo adolescente, e a pele
translúcida há muito se manchou.
Há rugas onde havia sedas, sou uma estrutura
agrandada pelos anos e o peso dos fardos
bons ou ruins.
(Carreguei muitos com gosto e alguns com rebeldia.)

O que te posso dar é mais que tudo
o que perdi: dou-te os meus ganhos.
A maturidade que consegue rir
quando em outros tempos choraria,
busca te agradar quando antigamente quereria
apenas ser amado.

Posso dar-te muito mais do que beleza
e juventude agora: esses dourados anos
me ensinaram a amar melhor, com mais paciência
e não menos ardor, a entender-te
se precisas, a aguardar-te quando vais,
a dar-te regaço de amante e colo de amigo,
e sobretudo força — que vem do aprendizado.

Isso posso te dar: um mar antigo e confiável
cujas marés — mesmo se fogem — retornam,
cujas correntes ocultas não levam destroços
mas o sonho interminável das sereias.
                                                             LYA LUFT 
            (poeta brasileira - 15 de setembro de 1938 - Santa Cruz do Sul, Rio Grande do Sul)

quarta-feira, 22 de junho de 2016

PERDÃO! NÃO SEI FALAR "TE AMO"!

Peço-te perdão por te amar tanto,
Mas não sei dizer "eu te amo"!
Sei apenas olhar uma estrela e imaginar
E que tua pele esconde a lua cheia.

Perdão, sei somente imaginar-te junto a mim
E  sentir o contato  e a carícia do teu íntimo.
Sei apenas pensar que minha felicidade está na tua
Que tua vida se entrelaça à minha.
                                            PDR, maio de 2014

segunda-feira, 20 de junho de 2016

ESCULTURA EM CARNE E OSSO

Anjos esculpem. Anjos pintam.  Alguns anjos pintam como o próprio Francisco de Goya, Modigliani ou esculpem como Rodin e Degas.  E uma obra de arte está aqui exposta:  Mariângela !!!
Ela é a blogueira, cuja Vida Secreta é um espaço de uma mulher bem resolvida, ardente, nada convencional.... Uma Frida Kahlo do século 21...!!!
Uma mulher belíssima que se desnuda aqui!   Os clássicos da História da Arte me perdoem: 
Mariângela é  a obra de Arte que Goya não pintou e Rodin não esculpiu!!!
 Defino-a dessa forma :
"É rainha absoluta.
Uma rainha puta.
Uma rainha dissoluta.
Puta... prostituta!

Goza loucamente.
Ri e mente.
Dominadora, indecente.
Puta... dá para qualquer um.  De repente!

Dá por dinheiro!!
É puta. É esse seu ofício. Sua profissão!
Tarada. Mete em qualquer pardieiro
Dá por dinheiro e por tesão!

É mulher de prostíbulo.  É fêmea.
Da devassidão e da putaria é irmã gêmea.
É rainha, é condessa, é nobre.
Dá para o endinheirado e para qualquer pobre!

Em troca de vis favores,
Entrega seus piores amores.
É puta apaixonada pela profissão. É libidinosa.
Vagabunda. Doce. É gostosa."
                                                            PDR, junho de 2016

sexta-feira, 17 de junho de 2016

VOX ET VERBA VAGINALIS

Vagina voluptuosa. Voluntariosa. Vitoriosa. 
Volátil, valente. Vil, vértice da vontade venal.
Vítima, veludosa e vigorosa. Veladamente vigorosa.
Válida. Vermelha. Víbora, 
Vulgar, voraz. Vagabunda
Venerável, Vadia. Vida. 
Veneno vaidoso. Vão.
Visão do verso do vício.
                             PDR, junho de 2016


quarta-feira, 15 de junho de 2016

O JARDIM DO CÉU DE TUA BOCA

"Meu gozo na tua boca.
Meu sêmen, minha semente.
Plantada no solo fértil de tua língua.
Jardim coberto pelo céu de tua boca,
Iluminado pelas estrelas de teus prazeres.
Colho-me ainda na tua boca,
Regada pela fertilidade de tua saliva.
E trocamos beijos, trocamos línguas.
E nos sentimos donos do mesmo gozo."
                                                                             (PDR - agosto de 2012) 

terça-feira, 14 de junho de 2016

POUSO DA ABELHA

"Venha  e pouse no meu corpo,
Flor madura e ansiosa
A recolher teu mel..."
       PDR, junho de 2016

domingo, 12 de junho de 2016

GEOMETRIA DE TUAS FORMAS

"És a transversal dos limites do meu eu
A bissetriz que me disseca em dois corações
Um que é metade teu
E o outro, escravo de tuas paixões.

És a diagonal que faz a simetria
Entre meu cérebro e meu coração.
Um te ama em demasia
O outro faz de ti, sua própria razão.

Tornaste meu coração meu centro de gravidade
Que me divide e deixa minha alma nua.
Metade de mim se equilibra em igualdade
A outra metade insiste em ser só tua.

És a geometria dos meus espaços e arestas
Retas, ângulos, curvas, pontos e traço.
És senhora de minhas linhas e minhas frestas 
Razão dos caminhos que eu mesmo faço."

                                                              PDR, 2012

terça-feira, 7 de junho de 2016

LEMBREI-ME DE TI

Lembrei-me de ti.  
As lembranças apossaram-se de mim,
Como se uma ventania, um furacão
Quebrasse as vidraças daquela janela que é a minha alma.
Minha alma é, na verdade, teu nome escrito
Nas paredes de meu coração.
E uma lufada de saudades entrou em mim
E  teu nome reacendeu-se na vela do desejo.
                                                     PDR, junho de 2016

domingo, 5 de junho de 2016

MEU ROSTO NO TEU LENÇOL!

"Eu já manchei teu lençol,
Com meu suor, meu gozo e o teu.
Fizemos de suores e gozos, um amálgama indelével.
Deixei-te saciada e completa.
Teu lençol ainda traz uma marca inesquecível.
Essa mancha será teu castigo.
A cada novo corpo que possuir o teu
Qualquer um que deitar nesse lençol
Será apenas fingimento.
Vais apenas fingir que o ama.
Pois eu estarei com o desenho de meu corpo, na tua cama."
                                                   PDR, junho de 2016
 

sexta-feira, 3 de junho de 2016

A CORRENTEZA DE TEU GOZO!

"Minha língua ousou jorrar em teus ouvido e teus olhos,
Palavras torrencialmente luxuriosas. Cheias de devassidão.
Pecaminosas.
Agora quero que minha língua jorre carícias devassas
Pecaminosas. Íntimas.
Nunca dantes experimentadas por teu corpo.
Quero sugar a correnteza de teu gozo,
Que que tu te derretas em minha boca,
Como se fosses um rio por tanto tempo represado
Pelos margens de teus poucos amores que ousastes."
                                                    PDR, junho de 2016




quarta-feira, 1 de junho de 2016

O AÇOITE DE MINHA LÍNGUA

Quero-te assim: Minha de alma e corpo.
Que o açoite de minha língua, em teus seios, em teus ombros,
Em tua buceta, em teu cuzinho, orelhas e nuca
Te faça alcançar o delírio inconseqüente de nosso amor.

Quero que o entrelace de nossas línguas
Seja verbalizado em murmúrios inaudíveis.
E que quando nossos corpos estejam tocando o êxtase máximo
Meu gozo  te inunde  as entranhas.

Quero ser teu, nas provocações de tuas noites insones.
Quero o roçar de teu púbis em minhas pernas
E teu cavalgar na sela de minha boca,

Quero teu cheiro colado às minha narinas.
E que teu orgasmo seja impiedoso…
E teu gozo me pinte os lábios de paixão.
                                                   PDR, abril de 2013